Quixote

Imagem

Reinvente-se. Diante de uma existência metamorfósica, o dom de ressurgir, de recriar-se, de reajuntar-se e reagrupar-se se torna imprescindível para que a caminhada continue. Parar não é opção, e voltar também não. Quando bater a cabeça nos muros do porvir, tenha a sensibilidade de buscar novas rotas. Tenha medo! A indiferença não traduz bravura, pois só quem enfrenta o temor merece ser espelho de coragem, e só quem receia se atenta para os perigos do destino. Se permita olhar para os lados! Caminhos rebatidos incitam confiança, mas não abarcam a infinitude de mistérios além das margens. Descanse! Ninguém consegue terminar a prova despedaçado pela fadiga. Chore! Quem ousa alcançar o intangível precisa de emoções que garantam o sentido da jornada. Se chover, molhe-se! É subvertendo o esperado que se descobre novos prazeres. Respire fundo, ajude outros pela estrada, sorria quando possível. Mantenha sua essência! Sempre se pode ser quem quisermos, mas o melhor é sempre ser nós mesmos. Evolua! Novos horizontes de pouco valem se não forem agentes de transformação. Exalte a vida! Esse misto de angústia e prazer, sofrimento e deleite, som e fúria, silêncio e estrondos é o que a torna bela e excitante. 

Tal qual Quixote, batalhe contra os moinhos inexpugnáveis do existir; no final, pouco importa se lucidez aguda ou devaneio crônico, afinal, levantar a espada em primeiro lugar já fez valer a pena.

Anúncios

Seria um prazer se você deixasse um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s